TODO AQUELE QUE CRÊ NUM DOGMA, ABDICA COMPLETAMENTE DE SUAS FACULDADES. MOVIDO POR UMA CONFIANÇA IRRESISTÍVEL E UM INVENCÍVEL MEDO DOENTIO, ACEITA A PÉS JUNTOS AS MAIS ESTÚPIDAS INVENÇÕES.

Terça-feira, 24 de Agosto de 2010

Em uma pesquisa de 1984, 38,6 % dos ministros relataram ter contato sexual com um membro da igreja, e 76 % sabiam de outro ministro que teve relações sexuais com um fiel.

No mesmo ano, um levantamento do Seminário Fuller de um total 1.200 ministros concluiu que 20 % dos pastores teologicamente “conservadores” admitiram algum contato sexual fora do casamento com um membro da igreja.

O número saltou para mais de 40 % para os “moderados”, 50 % dos pastores “liberais” confessaram ter um comportamento semelhante.

 

Em 1990, em um estudo realizado pelo Park Ridge Center para o Estudo da Saúde, Fé e Ética em Chicago, descobriu-se que 10 % dos ministros disseram que tinha um caso amoroso com uma fiel e cerca de 25 % admitiu algum contato sexual com uma fiel.

Dois anos depois, uma pesquisa realizada pela revista Leadership descobriu que 37 % dos ministros confessaram ter se envolvido em “comportamento sexual impróprio” com uma fiel.

Em um levantamento de 1993 pelo Journal of Pastoral Care, 14 % dos Pastores Southern Baptist afirmaram que tinham empenhado em “comportamento sexual inadequado”, e 70 % disseram que sabiam que um ministro que tinha esse contato com uma fiel.

Joe E. Trull é co-autor do livro 1993, Ministerial Ethics , e ele constatou que “de 30 a 35 % dos ministros de todas as denominações admitem ter relações sexuais- do toque indevido ao ato sexual – fora do casamento.”

De acordo com um relatório de 2000 da Convenção Batista Geral do Texas,
“A incidência de abuso sexual pelo clero atingiu” proporções terríveis.

Ele observou que, em estudos realizados na década de 1980, 12 % dos ministros tinham “relações sexuais com membros” e quase 40 % tinham “reconhecido comportamento sexual inadequado .”

O relatório concluiu que “O aspecto preocupante de todas as pesquisas é que a taxa de incidência para o clero (protestante) é superior à taxa cliente-profissional para os médicos e psicólogos.”

Quanto à pornografia e da dependência sexual, uma pesquisa nacional revelou que cerca de 20 % de todos os ministros envolvidos nesse comportamento.

http://www.catholicleague.org/research/abuse_in_social_context.htm

tradução – vanderley d.
colaboração – Fernando Nascimento.

http://www.orkut.com/Main#CommMsgs?cmm=32876590&tid=5462999582294283017&start=1

 

Escrito por caiafarsa

 

publicado por SÉRGIO RIBEIRO às 07:20

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12

15
16
18
19
20

22
25
26

29


Últ. comentários
Excelente texto. Parabéns!
É como você mesmo colocou no subtítulo do seu blog...
Ok, Sergio.O seu e-amil é só esse: oigres.ribeiro@...
Ok, desejaria sim.
Ola, Sérgio.Gotaria de lhe fazer um convite:Gostar...
Obrigado e abraços.
www.apologiaespirita.org
Ola, Sérgio.Gostei de sua postagem, mas gostaria s...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro